sexta-feira, 21 de novembro de 2014

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Sr. Afonso e família apresentam o projeto Mandala do sítio Volta.



Existem vários projetos capitaneados pela Secretaria de Agricultura do Ceará, em parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ematerce), Instituto Agropolos, entre outros órgãos, visando o desenvolvimento da agricultura familiar e ao apoio das cadeias produtivas da pecuária. Um deles, destaca Nelson Martins, é o chamado Mandala, sistema metodológico de divulgação de cultivo agropecuário com base agroecológica. Por meio da iniciativa se cultivam plantas numa área de 2.500 metros quadrados em canteiros circulares formados ao redor de um reservatório de água.
O agricultor pode plantar até 52 tipos de culturas, entre hortaliças, verduras, ervas medicinais, grãos e frutas.
Também podem ser criados peixes, aves, ovinos, caprinos e bovinos. Segundo o secretário, cada mandala recebe investimento de R$ 5 mil a R$ 6 mil, beneficiando até três famílias, e tem produção diversificada e continuada de plantas e animais, o que torna a atividade dinâmica e lucrativa.
Os agricultores usam adubos naturais, os quais além de não prejudicarem o meio ambiente, têm resultados comprovados e evita que os produtores desembolsem recursos para compra de insumos químicos.

Fonte: MDA, Diário do Nordeste e vídeo de José Ximenes de Farias Júnior.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Cras Mauriti com Carminha Fernandes e o Mamãe Saudável.

 Grupo de gestantes acompanhado da equipe do Cras e Carminha Fernandes (fotógrafa) em uma sessão de fotos com as futuras mamães








               Fotos: Carminha Fernandes e Cras Mauriti.

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Professor filho de Mauriti recebe homenagem da ONU.

Marquelino com os índios Kaxarari em Rondônia


O Professor Francisco Marquelino Santana, filho do Sr. João Raimundo e natural de Mauriti - CE, é um dos grandes pioneiros da educação do distrito de Extrema em Rondônia, e recebeu esta semana relevante homenagem da Organização das Nações Unidas – ONU em decorrência do importante trabalho humanitário desenvolvido na fronteira Brasil – Bolívia, Região da Ponta do Abunã.
A homenagem partiu da Organização Internacional para Migrações – OIM/ONU que depois de um consistente estudo realizado, viu na pessoa do Professor Marquelino um autêntico defensor dos Direitos Humanos Internacionais.
Com o advento do Governo Evo Morales ao poder, o Instituto de Reforma Agrária da Bolívia - INRA iniciou um extenso processo de Reforma Agrária no país vizinho, que culminou na expulsão de extrativistas brasileiros dos seringais bolivianos residentes na Província Federico Román no Departamento de Pando.
Desde o ano de 2006 o mesmo idealizou e coordenou o Projeto Ética e Cidadania na Escola Estadual Jayme Peixoto de Alencar, o que lhe conferiu vários prêmios nacionais. O projeto foi uma seleção realizada pelo Ministério da Educação-MEC, através do edital nº 584/2006 que inicialmente escolheu este projeto entre os 120 melhores do país e novamente no ano de 2007, o projeto foi selecionado entre os dez.
Através do Projeto Ética e Cidadania, ele e toda sua equipe trabalharam incansavelmente na defesa dos direitos humanos dos nacionais brasileiros que iam sendo expulsos do país vizinho, onde eram acolhidos pelo professor na Região da Ponta do Abunã.
Várias reuniões foram feitas pelo Professor envolvendo integrantes da ONU, do Consulado Brasileiro de Cobija, da Embaixada Brasileira em La Paz e do próprio Ministério das Relações Exteriores.
Marquelino recebeu a homenagem das mãos do Dr. Dennis Leonardo Rodriguez Bautista.

Ao lado do irmão Titico e amigos, em frente a Igreja Matriz, durante a III Semana Universitária de Mauriti em 1988
               Fonte: Rondoniaaovivo.com e facebook.