terça-feira, 26 de agosto de 2014

Ação global com arte movimenta o centro da cidade.




  
  















               Fonte: Assessoria de Comunicação.

Nascente do Coité Comprido é um oásis em Mauriti.









               Fonte: Chiquinho da Mãe Rainha.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Mauriti e Palestina no Jubileu dos Coroinhas no Crato.












Uma relíquia de São Domingo Sávio, padroeiro da juventude, esteve exposta durante a santa missa e foi levada em peregrinação, juntamente com sua imagem e a imagem de Nossa Senhora da Penha, até a quadra do Colégio Pequeno Príncipe, recordando que a igreja está em constante caminhada.












Aproximadamente 800 jovens acólitos e vocacionados da Diocese de Crato se reuniram no dia 24 de agosto, em Crato- CE, para celebrarem a festa do centenário da Diocese de Crato, em um dia que começou com a celebração da Santa Missa, às 9h, na Catedral Nossa Senhora da Penha, presidida por Dom Fernando Panico e concelebrada por diversos padres, culminando, às 16h, na quadra do Colégio Pequeno Príncipe com testemunhos e apresentações teatrais.
No decorrer do dia os participantes puderam intensificar sua missão na caminhada de vida da Diocese centenária, que instiga a todos a encontrar sua vocação na igreja para melhor servir a Deus. Estiveram presentes as comitivas da Paróquia da Imaculada Conceição de Mauriti e da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus do distrito de Palestina, coroinhas, vocacionados, religiosos e religiosas das várias congregações da Diocese.
Dom Fernando, que concedeu a indulgência plenária ao final da missa, expressou estar muito contente por celebrar este momento, pois segundo ele, é no serviço do altar onde são suscitadas muitas vocações na igreja. Falando sobre a importância dos acólitos o bispo disse que somos uma comunidade onde Jesus realiza sua missão e os acólitos são para a comunidade um gesto do amor que Deus distribui ao seu povo. Com relação a missão destes Dom Fernando falou “vocês que servem no altar, e com muita alegria prestam este serviço, saibam que do altar nasce para a igreja a ação missionária evangelizadora. Vocês que se aproximam do altar se aproximam de Jesus, servem a Jesus. São as testemunhas primeiras, perto do altar, para que sejam solícitos a levar ao povo de Deus as riquezas aqui contempladas”.

Fonte: Diocese de Crato.