sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Teatro e Louvor a Deus...



             Fonte: Missionário Ricardo Guedes.

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Mauriti: obras de transposição em ritmo acelerado.



O presidente da Ematerce – Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Ceará - Engenheiro Agrônomo José Maria Pimenta Lima, na última terça-feira, 14 de janeiro, acompanhado dos agentes rurais João Agacinêudo Damásio e Maria Marilena Alexandre dos Santos, ambos do escritório de Mauriti, visitou as obras de transposição do Rio São Francisco, em execução no Distrito de São Miguel, distante 18 Km da sede do município de Mauriti, na Região do Cariri-Cearense.
O trecho da obra mede 40 km e compreende os municípios de Brejo Santo, passando por Mauriti, indo até a divisa com o Estado da Paraíba. De acordo com o Ministério da Integração Nacional, esse trecho pertence ao lote 6 da transposição, com investimentos do Governo Federal de R$ 223.442.484,35. Um pouco mais à frente, está sendo construído um túnel, em uma serra, de aproximadamente 17 km de extensão, serviço necessário para que a água chegue a mais de uma centena de comunidades assentadas na região do semiárido.
Durante a visita, foi possível constatar que a obra está sento tocada, em ritmo acelerado, diferente da última visita, com inúmeras máquinas, caminhões, tratores e um considerável contingente de operários; quando concluída, será de grande utilidade para grande parte dos Estados do Nordeste Brasileiro, que sofre frequentemente com as inclementes secas, em especial o Estado do Ceará. O canteiro de obras está trazendo movimentação, para o comércio varejista, o aluguel de imóveis e a compra de gêneros alimentícios, na cidade de Mauriti, além dos distritos de Palestina e São Miguel.
O Governo do Estado vem colocando em prática o projeto, anteriormente, batizado de “caminho das águas”, que interligará as grandes bacias hídricas, compostas por rios que cortam o Ceará. “A Ematerce está pronta, para realizar o trabalho de assistência técnica e extensão rural aos agricultores familiares, no tocante ao aproveitamento dessa água para projetos de produção irrigada; Quintais Produtivos e Mandalas, além do cultivo de cereais, para o alimento humano e animal, serão introduzidos, em larga escala, por onde passar a água que vem do Velho Chico”, destaca Pimenta.

Fonte: Crisanto Teixeira / Ematerce.

Santo Antonio dos Posseiros próximo ao distrito de Anauá.



               Fotos: Tita Felipe e Carlos Alberto Pereira.

UAB ofertará mais vagas para os estudantes de Mauriti.


A Universidade Estadual do Ceará (UECE), por meio de convênio com o programa Universidade Aberta do Brasil (UAB), do Ministério da Educação (MEC), estará abrindo em breve, inscrições para ocupação de 1.679 vagas em 7 cursos de graduação e 5 especializações oferecidos na modalidade de educação a distância em pólos de apoio presencial do sistema Universidade Aberta do Brasil. Mauriti será um dos pólos contemplados com algumas dessas vagas.
Fruto das Chamadas de Articulação 2013.2 e 2014.1 da UAB/CAPES, os cursos que terão vestibular especial são Bacharelado em Administração Pública, licenciaturas em Ciências Biológicas, Computação, Geografia, Matemática, Pedagogia e Química e as especializações em Educação a Distância: fundamentos e ferramentas, Gestão de Saúde, Gestão Pedagógica da escola básica, Gestão Pública e Gestão Pública Municipal.
No município serão ofertadas 50 vagas para bacharelado em Administração Pública, 35 para Computação, 30 vagas para Especialização a Distancia e mais 25 vagas para o curso de Matemática.
As graduações terão processo de vestibular especial coordenado pela CEV e para as especializações, o processo seletivo realizado pela Secretaria de Apoio as Tecnologias Educacionais (SATE). As atividades didáticas estão previstas para ter inicio em abril. Os pólos de apoio presencial contemplados com os cursos são Beberibe, Caucaia – Sede, Caucaia – Jurema, Caucaia –Praia, Itapipoca, Jaguaribe, Limoeiro do Norte, Mauriti, Quixeramobim e Russas.

Fonte: Raquel Linhares.

Câmara de Mauriti trabalhando no recesso.

A Câmara de Mauriti, mesmo em recesso parlamentar, atendeu a solicitação do prefeito Evanildo Simão (PT), para sessão extraordinária na última semana, dia 08. Na sessão foram aprovados seis Projetos de Lei encaminhados pelo executivo. Segundo o presidente da Casa, vereador Mano Morais, alguns de urgência e outros necessários. Entre os projetos aprovados estão o reajuste salarial dos servidores, a criação dos Conselhos Municipal de Esportes e da Juventude, além do projeto que responsabiliza o proprietário de imóvel urbano pela edificação e conservação das calçadas. Agora os projetos retornam ao executivo para sansão do prefeito. O que se percebe é uma boa interação entre os poderes executivo e legislativo em Mauriti. Quem ganha é a população.

Fonte: Madson Vagner.

Sanfoneiro Vitor Henrique participa do programa...

 TV Verde Vale de Juazeiro do Norte



               Fotos: Gleydson Morais.

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Descoberta paleontológica na zona rural de Mauriti.


Fósseis encontrados no sítio Pitombeira durante a escavação de uma cisterna

A formação desse tipo de fóssil acontece quando a árvore fica coberta por água, terra ou gelo por milhares ou alguns milhões de anos. No local, tem que haver sílica, cálcio ou pirita, especialmente sílica. E, finalmente, o mais importante: no ambiente tem que haver determinado índice de alcalinidade, para dissolver a sílica.
Com isto, a solução aquosa da sílica vai sendo absorvida pela árvore, através dos poros da madeira.
A sílica, vulgarmente conhecida por areia, penetra em todo o corpo da árvore, vitrificando sua estrutura. Isto a impede de apodrecer e explica a petrificação. Em casos onde a sílica não penetra completamente na estrutura da árvore, esta parte apodrece e desaparece, observando-se buracos no interior das pedras que foram árvores.
Cientistas já repetiram o processo em laboratório, somente não conseguindo reproduzir um importante detalhe da petrificação: não puderam preservar a estrutura celular que, em boa parte das árvores petrificadas encontradas, foi mantida intacta. Tão intacta, que permite a cientistas estudarem as mudanças ocorridas ao longo do período da existência da árvore e a evolução da estrutura celular da antiga flora.

Fósseis de grande importância para a ciência

A petrificação dessas árvores data do período triásico da era mesozóica, há 180 a 225 milhões de anos.
As madeiras petrificadas são encontradas na formação caturrita, numa cota entre 140 a 200 metros acima do nível do mar.
Para encontrá-las, no entanto, não é preciso abrir buracos, ou fazer grande esforço para localizar um ou outro exemplar. A erosão superficial ocorrida acabou resultando em afloramentos, deixando expostas árvores encontradas durante a escavação de uma cisterna pelos moradores do sítio Pitombeira, próximo à sede do município.
Acredita-se que os locais onde atualmente estão depositadas as árvores petrificadas eram, remotamente, leitos de rios e planícies inundáveis, para onde os troncos foram arrastados.

          Fonte: Web News.